GRADUAÇÃO

Curso de graduação presencial em Língua de Sinais Brasileira/Português como Segunda Língua será oferecido pela primeira vez

 

A Universidade de Brasília divulgou o edital do primeiro vestibular para o curso de graduação em Língua de Sinais Brasileira/Português como Segunda Língua. No total, são ofertadas 30 vagas, para ingresso no primeiro semestre de 2015. A licenciatura será realizada no campus Darcy Ribeiro e deve formar professores para o ensino de Libras.

 

“É uma ação de extrema relevância para as políticas de inclusão social que a UnB tem protagonizado na agenda nacional”, defende a diretora técnica do Decanato de Ensino de Graduação (DEG), Maria de Fátima Brandão.

 

De acordo com a professora, a demanda pelo curso é afirmada pela Lei de Libras, que define a inserção do curso nas universidades públicas. O projeto ainda teria sido fomentado pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do Ministério da Educação (MEC).

 

As inscrições estarão abertas entre 27 de novembro e 8 de dezembro, apenas na página do Cespe. A taxa de participação é R$ 120,00. Para aqueles que não tiverem acesso à internet, a instituição disponibilizará computadores, durante o período de inscrições, nos quatro campi da UnB: Darcy Ribeiro, Ceilândia, Gama e Planaltina.

 

O vestibular será realizado por meio de prova objetiva e de redação. As avaliações estarão disponíveis em Língua Portuguesa e em Língua Brasileira de Sinais - o candidato poderá optar por uma das alternativas. As provas estão previstas para ocorrerem em 18 de janeiro de 2015. A expectativa é de que o vestibular seja realizado anualmente.

 

MERCADO DE TRABALHO - Para o coordenador do Programa de Apoio às Pessoas com Necessidades Especiais (Ppne) da UnB, José Roberto Fonseca Vieira, a licenciatura em Libras vem em boa hora. “Há uma demanda grande pelo profissional de Libras, especialmente no setor público, pois são poucos os profissionais”, aponta o servidor da UnB.

 

De acordo com José Roberto, a graduação na universidade também deve qualificar a atuação do intérprete de sinais. “Até então os profissionais tinham apenas uma formação técnica, agora será possível que graduados entrem no mercado para concorrer a vagas em empresas públicas e privadas”, avalia.

 

O gestor do Ppne ressalta ainda a implantação da graduação como estratégia para fomentar novas carreiras na área. “Esse curso vai além das fronteiras da UnB. O curso universitário pode ser um impulso para que outras instituições venham a oferecer. Isso deve disseminar a profissão”.

 

* com informações da Assessoria Técnica do Cespe

 

SERVIÇO
Vestibular: Licenciatura em Língua de Sinais Brasileira/Português como Segunda Língua
Vagas: 30
Inscrições: entre 27 de novembro e 8 de dezembro
Taxa de inscrição: R$ 120,00
Provas: 18 de janeiro de 2015

CONTATO
Outras informações no site www.cespe.77jiang.com ou na Central de Atendimento ao Candidato do Cespe, de segunda a sexta, das 8h às 19h – Campus Universitário Darcy Ribeiro, Sede do Cespe – telefone (61) 3448 0100.

ATENÇÃO O conteúdo dos artigos é de responsabilidade do autor e expressa sua visão sobre assuntos atuais. Os textos podem ser reproduzidos em qualquer tipo de mídia desde que sejam citados os créditos do autor. Edições ou alterações só podem ser feitas com autorização do autor.